System Integrated Management of Municipal Solid Waste in Cidade Ocidental (GO)

Evelyn Gomes Bernardo, Heidy Rodriguez Ramos

Abstract


This technical report aims to present the construction of a Waste Management System Municipal Solid, held in the city of Cidade Ocidental in Goiás with emphasis on the implementation of a cooperative of waste pickers. To that end, we conducted a literature review containing the context of urban solid waste to Brazil level, the management of municipal solid waste and the guideline for the preparation of a management plan and solid waste management. In primary and secondary sources, diagnostic information was collected performed at the beginning of project implementation, containing municipal information and main points of improvement. It also registered the strategic information for the project implementation, such as management plan for solid waste and actions of the project for implementation of the selective collection system including the incorporation of social technologies and environmental education as a form of awareness to county residents. It was concluded that this report presents a practical way of implementing a management system, enabling alternatives aiming at the implementation of an integrated management system of municipal solid waste that is economical, effective and has social inclusion as premise, especially of people living garbage as an income source. From the selective collection program could be greater integration of collectors in this system, ensuring better working conditions and income. 


Keywords


Solid waste management. Solid waste. Social technologies and social inclusion management.

References


Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais - Abrelpe. (2012). Panorama dos resíduos sólidos no Brasil. Edição Especial de 10 anos. Recuperado em 23 de junho, 2015, de http://www.abrelpe.org.br/Panorama/panorama2012.pdf

Abrelpe. (2012). Panorama dos resíduos sólidos no Brasil. Edição Especial de 10 anos. Recuperado em 23 de junho, 2015, de http://www.abrelpe.org.br/Panorama/panorama2012.pdf

Almeida, L. D. (2005). Diagnóstico socioambiental e contribuições para o planejamento ambiental do município de Maracanaú-CE. Caminhos de Geografia, 11(15), 108-125.

Andrade, J. B. L de (1997). Análise do fluxo e das características físicas, químicas e microbiológicas dos resíduos de serviço de saúde: proposta de metodologia para gerenciamento em unidades hospitalares. Tese de Doutorado, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo: São Carlos, SP, Brasil.

Arruda, A. M. D., Barbosa, M. D., Souza, W. R. D., Rigo, A. S. N., & Dal Piva, C. (2014). Conhecendo a realidade dos moradores do Parque do Sol para promover o desenvolvimento socioeconomico e ambiental. Anuário da Produção de Iniciação Científica Discente, 14(24), 91-103.

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. (1987). NBR 10004: resíduos sólidos. Rio de Janeiro: ABNT.

Bringhenti, J. R. (2004). Coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos: aspectos operacionais e da participação da população. Tese de Doutorado, Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo: SP, Brasil. CEMPRE (2013). Review 2013. São Paulo: Cempre. Disponível em:. Acesso em: Janeiro, 2016.

IBGE, (2008). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio – PNAD. IBGE: Rio de Janeiro.

IBGE/PNSB, (2008). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio – PNAD. IBGE: Rio de Janeiro. Disponível emp://www.sidra.ibge.gov.br/bda/pesquisas/pnsb/

Demográfico, I. C. (2014). Disponível em:.

IBGE (2008). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio – PNAD. IBGE: Rio de Janeiro.

Jacobi, P. R., & Besen, G. R. (2011). Gestão de resíduos sólidos em São Paulo: desafios da sustentabilidade. Estudos Avançados, 25(71), 135-158. Recuperado em 20 de novembro, 2014, de http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-

Lopes, A. A. (2003). Estudo da gestão e do gerenciamento integrado dos resíduos sólidos urbanos no município de São Carlos (SP). Dissertação de Mestrado, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo: São Carlos, SP, Brasil.

Lopes, L. (2006). Gestão e gerenciamento integrados dos resíduos sólidos urbanos: alternativas para pequenos municípios. Dissertação de Mestrado, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo: SP, Brasil.

Ministério do Meio Ambiente. (2014). Governança ambiental, geoprocessamento. Fonte: Ministério do Meio Ambiente: http://www.mma.gov.br/governanca-ambiental/geoprocessamento

SIEG (2009). Limites municípais da base cartográfica planialtimétrica de Goiás. SIEG-Sistema Estadual de Geoinformação - Goiás. Recuperado em 3 de junho, 2015, de http://www2.sieg.go.gov.br/pagina/ver/11587/mapas-interativos.

Van Bellen, H. M. (2004). Desenvolvimento sustentável: uma descrição das principais ferramentas de avaliação. Ambiente & Sociedade, 7(1), 67-88.

Zanta, V. M., & Ferreira, C. F. A. (2003). Gerenciamento integrado de resíduos sólidos urbanos. In A. B. de Castilho Júnior (Coordenador), Resíduos sólidos urbanos: aterro sustentável para municípios de pequeno porte. São Carlos, SP: Rima Artes e Textos.




DOI: https://doi.org/10.24023/FutureJournal/2175-5825/2016.v8i1.265

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM




Copyright (c) 2016 Future Studies Research Journal: Trends and Strategies

Future Stud. Res. J. e-ISSN: 2175-5825

Mailing Address: Avenida Drª Ruth Cardoso, 7221 - CEP 05425-070 - Pinheiros - São Paulo/SP - Brasil

The publications of this journal are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.